Qual a diferença entre as funções LOCATE e INSTR? – mysql banco-de-dados

Pergunta:


A descrição da função LOCATE, em tradução livre, é: Retorna a posição da primeira ocorrência de substring.

A descrição da função INSTR, em tradução livre, é: Retorna o índice da primeira ocorrência de substring.

Aparentemente fazem a mesma coisa, mesmo que com assinaturas e parâmetros levemente diferentes, porém não me parece que os desenvolvedores liberariam duas funções com funcionamento igual. Então fica a pergunta:

Qual a diferença entre as funções LOCATE e INSTR do MySQL? E caso haja alguma, em que casos devo usar?

Autor da pergunta Sorack

Gustavo Jantsch

No MySQL existem 3 maneiras retornar a primeira ocorrência de uma substring em uma string:

LOCATE(substr,str), LOCATE(substr,str,pos)
INSTR(str,substr)
POSITION(substr IN str)

Além de LOCATE permitir o parâmetro de posição de inicio da busca, segundo Beginning MySQL Database Design and Optimization: From Novice to Professional (Chad Russell,Jon Stephens, 2004, p. 208):

POSITION() is standard SQL, LOCATE() is specific to MySQL(), INSTR() is
supported for compatibility with ORACLE.

Ou seja: POSITION() seria o mysql padrão, LOCATE() a função nativa do MySQL() e INSTR() estaria presente para manter compatibilidade com bancos ORACLE.

E tudo indica que elas tem a mesma implementação, já que Item_func_instr extende a classe Item_func_locate dentro do código fonte do MySQL em sql/item_func.h:

class Item_func_instr : public Item_func_locate
{
public:
  Item_func_instr(const POS &pos, Item *a, Item *b) :Item_func_locate(pos, a, b)
  {}

  const char *func_name() const { return "instr"; }
};

É importante observar que no manual do MySQL, POSITION(substr IN str) aparece como sinonimo de LOCATE(substr, str). Já com INSTR e LOCATE, apesar da descrição da função ser a mesma para o formato INSTR(str, substr) vs LOCATE (substr, str) não há menções sobre a implementação.

A diferença é que no LOCATE você pode informar a partir de qual posição você quer achar a substring na string. Exemplo:

INSTR('she sells seashells', 's') -> RETORNA 1

LOCATE('s', 'she sells seashells', 3) -> RETORNA 5

LOCATE('s', 'she sells seashells', 6) -> RETORNA 9

LOCATE('s', 'she sells seashells', 15) -> RETORNA 19

Locale aceita um terceiro parametro, este é para informar a partir de qual posição voce quer achar o termo na string

Mysql> SELECT LOCATE('bar', 'foobarbar');
        -> 4
Mysql> SELECT LOCATE('xbar', 'foobar');
        -> 0
Mysql> SELECT LOCATE('bar', 'foobarbar', 5);
        -> 7

Fonte:
https://dev.mysql.com/doc/refman/5.7/en/string-functions.html#function_locate

Fonte

Related Posts:

Qual a diferença entre AppCompatActivity e Activity? – android android-activity
Pergunta: Qual a diferença da AppCompatActivity para Activity ? A partir de qual versão a AppCompatActivity foi adicionada ao Android? Autor da pergunta Luhhh A diferença reside ...
Como abreviar palavras em PHP? – php string
Pergunta: Possuo informações comuns como nome de pessoas e endereços, e preciso que elas contenham no máximo 30 caracteres sem cortar palavras. Exemplo: 'Avenida Natalino João Brescansin' ...
Qual é a finalidade de um parêntese vazio numa declaração Lambda? – c# expressões-lambda característica-linguagem
Pergunta: Criei um exemplo de uma declaração Lambda sem argumentos, entretanto, estou com duvidas referente a omissão do parêntese vazio () na declaração. Veja o exemplo: class ...
Boas práticas para URI em API RESTful – api rest restful
Pergunta: Estou com dúvida em relação às URIs de alguns recursos da api que estou desenvolvendo. Tenho os recursos projetos e atividades com relação 1-N, ...
Dúvidas sobre a integração do MySQL com Java – java mysql netbeans
Pergunta: Estou criando um sistema no NetBeans, utilizando a linguagem Java e o banco de dados MySQL. Escrevi o seguinte código para realizar a conexão ...
Qual é a finalidade da pasta Model do framework Inphinit? – php inphinit
Pergunta: No Inphinit micro-framework existe a pasta Model que fica dentro da pasta application, e nela é onde ficam as classes, mas eu estou muito ...
Uso do ‘@’ em variáveis – javascript typescript coffeescript
Pergunta: Vejo em algumas linguagens que compilam para javascript, como TypeScript e CoffeeScript, o uso do @ em variáveis, como também, casos em que o ...
Qual tamanho máximo um arquivo JSON pode ter? – json arquivo
Pergunta: Vou dar um exemplo para conseguir explicar minha duvida: Preciso recuperar informação de imagens vindas de uma API, esse banco de imagens me retorna JSON's ...
O que é Teste de Regressão? – terminologia engenharia-de-software testes
Pergunta: Na matéria de Teste de Software o professor abordou um termo chamado Teste de Regressão, isto dentro da disciplina de teste de software. Sendo ...
O que é um construtor da linguagem? – php característica-linguagem
Pergunta: Em PHP, já li e ouvi várias vezes a respeito dos Construtores da Linguagem. Os casos que sempre ouvi falar deles foi em casos ...
Função intrínseca para converter numérico para string – cobol
Pergunta: Estou a tentar saber se existe alguma função intrínseca do COBOL para converter um data numérico para string sem precisar usar a cláusula REDEFINES: ( ...
Porque usar implements? – java android
Pergunta: Qual a diferença entre usar btn.setOnClickListener(new OnClickListener() { e public class MainActivity extends Activity implements OnClickListener{ Estive fazendo um curso de Android e meu professor falou que ...
O que é XHTML e quando deve ser usado? – html xml xhtml
Pergunta: O que eu sei é que o XHTML precisa ser XML válido. Isso implica, por exemplo, que todas as tags precisam ser fechadas. Por ...
Uma placa aceleradora de vídeo pode melhorar o desempenho não-gráfico? [fechada] – desempenho
Pergunta: Para desenvolver em Ruby on Rails, eu utilizo aqui uma máquina virtual do VirtualBox com Ubuntu Server 14.04 sem interface gráfica instalada. Recentemente descobri uma ...
Concat() VS Union() – c# .net
Pergunta: Qual a diferença entre Concat() e Union() ? Quando usar Concat() e quando usar Union() ? Somente pode ser usado em list ? ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *